quarta-feira, novembro 29, 2006


Escrevi isso a pouco mais de um mês, em celebração ao trabalho social exercido pelo Jardim da Oliveiras junto às crianças do bairro da Castanheira.


E teimamos...
mesmo com toda a dificuldade
mesmo com todo senso de realidade
mesmo quando a luta parece perdida
somos...

E teimamos...
insistimos em ver futuro na tenra idade
em crer que é possível tocar a felicidade
que há bem mais que dentes nestes sorrisos

E sonhamos...
que talvez um dia não precisemos dessa euforia
que nosso esforço sustente contra o Golias
que sejamos homem por uma vida mais humana

E somos teimosos sonhadores...
teimamos em crer nesses olhos em meio ao inóspito
em ver neles bem mais que dejetos urbanos
em investir em futuros seres humanos.